Miauê
Para ter acesso à todos os recursos do fórum inscreva-se, é rápido e grátis
Conectar-se

Esqueci minha senha

Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar
Últimos assuntos
» Minha gata pode estar com problemas neurologicos? Me ajudem, por favor.
Sex Jan 10, 2014 6:44 pm por Priscilla Grillo

» doença grave de pele
Ter Abr 17, 2012 8:03 pm por PatGatitos

» doenca de gato
Sex Nov 18, 2011 12:10 pm por Rosana Gaby

» Usar produtos de limpeza exige cuidado quando se tem pets em casa
Ter Jun 14, 2011 11:20 am por Rosana Gaby

» Nada como o abraço da mamãe...
Seg Jun 06, 2011 9:29 am por Rosana Gaby

» Bobtail Japonês
Seg Jun 06, 2011 8:16 am por Rosana Gaby

» Siamês Tudo sobre a raça
Qua Jun 01, 2011 1:49 pm por Rosana Gaby

» GATOS NO FRIO
Seg Maio 30, 2011 12:01 pm por Rosana Gaby

» Quem é que manda...
Seg Maio 30, 2011 8:52 am por Rosana Gaby

Galeria


Estatísticas
Temos 41 usuários registrados
O último usuário registrado atende pelo nome de angela martins

Os nossos membros postaram um total de 109 mensagens em 100 assuntos
Dezembro 2018
DomSegTerQuaQuiSexSab
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

Calendário Calendário

Palavras chave


Angorá....

Ir em baixo

Angorá....

Mensagem  Rosana Gaby em Qui Maio 12, 2011 8:16 am



Origem:
O gato angorá é uma raça de gato doméstico. É uma das raças mais antigas e naturais, tendo surgido na região de Ancara, na Turquia, que antigamente se chamava Angorá.
Estes gatos são conhecidos na Europa desde o início do século XVII. Após o período Vitoriano, quase desapareceram. A raça de hoje trata-se de uma recriação artificial que trouxe grandes melhorias para a pelagem do animal, e também aumentou a variedade de cores. Nas histórias em quadrinhos da Turma da Mônica, Mingau, o gato de estimação da personagem Magali, é um típico da linhagem angorá.

Pelagem e cores:
sua pelagem é longa e bem farta, especialmente na região do pescoço e cauda. Nos Estados Unidos, até pouco tempo, apenas os gatos brancos eram reconhecidos como angorá. Mas, devido ao aparecimento de colorações muito bonitas, como o cinza azulado e o rajado, hoje já se aceita praticamente todas as cores.

Corpo e cabeça:
é muito comum as pessoas confundirem o gato angorá com o persa. Porém, ele apresenta características muito diferentes. O corpo e a cauda são mais longos, e sua cabeça é menor, com orelhas retas. É um gato de porte médio; seus membros posteriores devem ser um pouco maiores que os anteriores, deixando a garupa mais elevada. Sua principal diferença em relação ao gato persa está no nariz mais longo e no fato de não apresentar o “stop” acentuado, que dá o aspecto de carinha amassada do persa. O angorá apresenta tufos de pêlos nas orelhas. Os gatos brancos devem apresentar o nariz e os coxins palmares e plantares com coloração rosa.

Olhos:
são grandes e amendoados, com coloração azul, âmbar ou ímpares (um azul e outro âmbar ou verde).

Cauda:
longa e bem cheia de pêlos.

Comportamento:
é muito apegado ao dono e aos animais da casa, quando existem. Gosta, principalmente, da companhia de outro gato da mesma raça. Adora dar seus passeios, embora não costume ir muito longe; é mais caseiro do que outras raças.

Dono ideal:
como todo gato com pelagem longa, o angorá exige escovação diária dos pêlos, além de banhos quinzenais, demandando, portanto, mais tempo de dedicação do que outras raças. Seus donos devem ser tolerantes, pois o angorá gosta de ficar dentro de casa e deitar em sofás e almofadas que costumam ficar cheios de pêlo (facilmente removidos). A escovação diária do angorá ajuda a retirar o pêlo morto e evita a sua queda pela casa, aliviando, assim, a alergia das pessoas que convivem com ele.

Ambiente:
necessita de pouco espaço para se exercitar, podendo ser criado em apartamentos. Gosta de locais macios para descansar.

Cuidados especiais:
a escovação diária dos angorás evita a formação de bolos de pêlo que tiram a beleza do animal e podem provocar doenças de pele. Estes bolos retêm umidade e sujeira que, em excesso, favorecem a infecção da pele por fungos e bactérias. Normalmente, os gatos da raça angorá são muito mais resistentes a doenças de pele do que outras raças de pêlo longo, como o persa, por exemplo. Sem a escovação diária, o gato, ao se lamber, ingere maior quantidade de pêlos, aumentando o risco de formação de bolos no estômago, o que pode causar sérios danos a sua saúde.

Adestramento:
são muito inteligentes e fáceis de serem adestrados. Quanto mais convivência tiver com o dono, mais facilidade terá em aprender.
avatar
Rosana Gaby
Admin

Mensagens : 103
Data de inscrição : 14/04/2011
Idade : 30

Ver perfil do usuário http://miaue.catsboard.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum